Skip to content

Itaú oferece economia e isenção de taxas de serviços para clientes da Rede

Estratégia criada pelo banco tem como objetivo conquistar novos clientes e oferecer mais serviços.

O Itaú Unibanco anunciou algumas novidades nesta quinta-feira (02), a Rede, credenciadora de cartões de crédito pertencente ao banco, ficou responsável pelo detalhamento das condições para quem deseja desfrutar dos novos benefícios. A partir de hoje os correntistas (atuais e novos) que contratarem produtos da credenciadora estarão isentos da taxa de TED (Transferência Eletrônica Disponível), ou seja, terão direito a uma transferência, para a mesma titularidade, por dia.

itau
Itaú oferece economia e isenção de taxas de serviços para clientes da Rede (Reprodução: Itaú)

Além disso, os clientes ainda poderão efetuar até quatro saques por mês sem cobranças de nenhuma taxa.

De acordo com o presidente da Rede, Marcos Magalhães, essas ações derrubam o argumento de que se tratava de vendas cruzadas, já que o cliente pode tirar o dinheiro da conta á vontade.

Os MEIs (Microempreendedores Individuais) também serão beneficiados, haverá redução no preço do pacote vigente, de R$ 81,00 para R$25,00, desde que tenha contratado serviços da credenciadora de cartões do Itaú. Concorrentes como PagSeguro ou Stone chegam a cobrar R$ 30 e não oferecem saques gratuitos.

Recentemente críticos alegaram que o banco estaria praticando venda cruzada, por anunciar que isentaria a tarifa de antecipação de um mês para dois dias os recebíveis do cartão pago na modalidade de crédito á vista. Para eles isso era uma jogada do Itaú para ganhar com taxas de novos correntistas.

Diante dessas criticas o banco relatou que foi erro não ter explicado as condições desde o início, mas ficaram focados nos benefícios.

Os preços passam a valer nesta quinta-feira, a taxa administrativa (MDR) cobrada em vendas no cartão de débito será de 1,99%, antes era de até 2,70%. No caso das vendas no cartão de crédito será 3,49%, anteriormente era até 4,20%, para os parcelados sem juros ficará em 3,49%, que já chegou a ser 4,90%.

Os comerciantes que desejarem antecipar a parcela sem juros pagaram 1,99%, o que era antes 3,10%.  O aluguel das maquinhas cai para de 100 reais para 69 reais. Magalhaes afirmou “Se o lojista tiver um faturamento anual de mais de R$ 60 mil e optar pelo parcelado sem juros, vamos isentá-lo do aluguel, sendo cliente ou não do Itaú”.

O diretor de produtos empresas do banco ainda explicou que não é uma promoção, pois não tem prazo e que as condições comerciais não são obrigatórias, o credenciamento não está atrelado á conta corrente.

Saiba mais!
Para obter mais conteúdos siga a Credicar Vantagens em nosso canal do Google News e nas redes sociais como Facebook, Twiter, Linkedin e compartilhe com seus contatos.

Acompanhe nossos artigos e fique por dentro de assuntos sobre Finanças Pessoais, Educação Financeira e outros.

Veja Também: