Cartão do Caminhoneiro Petrobras é liberado pelo governo

A Petrobras disponibilizou o Cartão do Caminhoneiro Petrobras para testes, o produto que foi liberado nesta segunda-feira (20) funcionará como pré-pago para compra de diesel na rede de postos. A Distribuidora tem como objetivo proteger o caminhoneiro das oscilações no preço do combustível.

Neste primeiro momento o cartão terá operação apenas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, para os demais estados existe uma previsão para liberação em 25 de junho.

Cartão caminhoneiro
Imagem: Divulgação

O produto foi desenvolvido com foco em caminhoneiros autônomos, mas embarcadores e transportadoras também poderão aderir ao sistema.

Na última semana a liberação do Cartão Caminhoneiro havia sido anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque. Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo por meio de sua página no Facebook e comentou sobre o produto.

Como funciona o Cartão Caminhoneiro Petrobras?

Os caminhoneiros que desejam adquirir o cartão poderão realizar um pré-cadastro através do site Cartão Caminhoneiro. Após esse período de testes o cadastro poderá ser feito também por aplicativos, telefone ou em unidades de atendimento.

Com esse cadastro realizado o caminhoneiro transfere valores para seu cartão e poderá fazer a conversão desse dinheiro em litros de óleo diesel, podendo utilizar no prazo de até 30 dias em qualquer posto Petrobras credenciado. O item também funcionará como conta digital permitindo que as transações sejam efetuadas sem o cartão físico, através do aplicativo e do site.

O crédito em litros de combustível poderá ser revertido para reais, dentro do prazo de 30 dias, neste caso será descontada uma taxa informada na hora da transação.

Além da internet o cartão também poderá ser adquirido em alguns postos BR Distribuidora dos estados autorizados para operação.

“Cartão esse que possibilitará mais segurança, facilidade e flexibilidade e garantir o preço do combustível, na forma de um cartão pré-pago, por até 30 dias. Se o preço subir, o caminhoneiro vai ter a garantia do preço do diesel e, se o preço cair, ele pode pegar o dinheiro do cartão pré-pago e comprar mais combustível e assim utilizá-lo” afirmou o ministro Bento Albuquerque.

[simple-author-box]