Cartão de Crédito Como funciona o Cartão de Crédito? Tire dúvidas e veja dicas importantes

Como funciona o Cartão de Crédito? Tire dúvidas e veja dicas importantes

Novas Regras Para o Cheque Especial: O Que Realmente Irá Mudar?

Recorrer ao cheque especial pode ser uma atitude muito perigosa, afinal o limite já está disponível na...

Os Segredos que te Impedem de Conseguir um Cartão de Crédito

Todo mundo deseja conseguir um cartão de crédito, não é mesmo? Aposto que você busca uma...

Cinemark e Mercado Pago Lançam Parceria Para Pagamentos Via QR Code Nos Cinemas

A rede de cinemas Cinemark, juntamente com o Mercado Pago, anunciaram neste mês uma nova parceria.
Avatar
Juliano Assunção
Brasileiro nascido na região metropolitana de São Paulo. Fundador do portal Credicar Vantagens, Desenvolvedor Web há 15 anos e trabalha com Produção de Conteúdo em canais de informação desde 2009.   Contato: [email protected]
- Publicidade -

O cartão de crédito é um dos meios de pagamento mais utilizado entre os consumidores, muitos brasileiros usam o produto principalmente para parcelamento de compras. Porém mais da metade dos usuários não sabem como realmente funciona e como utilizar os serviços do cartão.

Como funciona?

Para começar vamos entender como funciona, todo o cartão de crédito possui um limite de crédito ao cliente, valor estipulado pela empresa emissora do cartão, para compras de bens e serviços ou pagamentos.  Geralmente as emissoras são bancos ou financeiras, mas não há necessidade de ter uma conta bancaria para ter o seu cartão de crédito.

Limite de crédito

- Publicidade -

E como é determinado o limite? Esse valor é de acordo com a renda de cada consumidor. Dentro do mês o cliente possui um limite que poderá usar em compras e esse valor não poderá ser ultrapassado.

Juros do cartão de crédito e do cheque especial continuam subindo
(Imagem: Divulgação)

Para chegar a este valor máximo de compras o banco avalia diversos fatores, como renda mensal, pontuação de score e outras informações.

É importante entender também que as compras parceladas em seu cartão de crédito vão comprometer seu limite total, ou seja, as parcelas a vencer afetaram o valor disponível para gasto. Mas conforme são pagas as parcelas o limite vai sendo restabelecido.

Fatura do cartão de crédito

Para o cliente pagar seus gastos existe a fatura, qual deve ser paga mensalmente. O consumidor paga á instituição financeira o valor gasto com o cartão.

Ao pagar a fatura dentro do prazo de vencimento o limite de crédito será restaurado.

A data de vencimento pode ser escolhida pelo próprio cliente, informando o melhor dia para pagamento. O ideal é pagar sempre em dia para evitar juros e multa de atraso.

O consumidor deve se programar em relação á data de vencimento da fatura, para assim aproveitar o melhor prazo e conseguindo até 40 dias para pagar suas compras. Ou seja, as compras feitas em 5 ou 10 dias antes da data de vencimento podem vir somente no próximo mês.

Entenda: vencimento dia 20 com fechamento de fatura dia 10, as compras efetuadas no dia 9 serão cobradas no dia 20 daquele mesmo mês.  Mas os gastos feitos no dia 11 virão somente no dia 20 do mês seguinte.

Se você não sabe qual é a data de fechamento de sua fatura, consulte o demonstrativo de gastos ou entre em contato com a emissora de seu cartão.

Parcelamento de fatura

As instituições financeiras devem oferecer aos clientes o parcelamento da fatura, para financiamento da dívida. Quando a dívida atrasa ou é paga no valor do pagamento mínimo não pode ficar mais de 30 dias no crédito rotativo. Neste caso o consumidor deverá efetuar o pagamento total da dívida anterior juntamente com os gastos da fatura atual ou então escolher uma linha de crédito parcelado.

Se o consumidor não escolher uma linha de crédito parcelado, automaticamente a dívida é transferida para uma linha de crédito parcelada predefinida.

Vale lembrar que apesar do credito parcelado ter juros menores quando comparado ao crédito rotativo, às taxas são mais altas do que um empréstimo consignado ou crédito pessoal. Por isso é importante se informar sobre as opções e taxas antes de contratar o serviço.

Taxas

Existem dois tipos de taxas que as instituições financeiras emissoras de cartão de crédito podem cobrar:

Taxas de manutenção que são relacionadas a serviços e produtos do cartão, como saques, programas de fidelidade, anuidades e outros.

Juros que são cobrados em atrasos de pagamento de fatura ou em casos de estouro de limite. Podemos chamar esses juros de custo financeiro do crédito.

Para saber valores das taxas consulte o contrato.

Juros e multa

Quando o cliente deixa de pagar o valor total da fatura serão cobrados juros. Os bancos oferecem uma opção de pagamento mínimo, onde o cliente paga somente uma parte do valor total gasto. O saldo restante fica sujeito à cobrança de juros do crédito rotativo.

Em casos onde o consumidor paga um valor menor que o mínimo ou atrasar o pagamento da fatura, ele terá que pagar além dos juros do rotativo, pagará porcentagens de multa e juros de mora sobre o valor da dívida. Nesta situação o cartão também poderá ser bloqueado.

Cancelamento do cartão de crédito

O cliente pode solicitar cancelamento do serviço a qualquer momento. Ao pedir o cancelamento solicite também um protocolo da emissora do cartão, assim caso venha a ser cobrado indevidamente, com taxas, após a solicitação, o cliente pode comprovar que pediu o cancelamento.

O pedido pode ser feito mesmo que o consumidor tenha dívida no cartão de crédito. O cancelamento evitará que as taxas continuem sendo cobradas.

Dicas importantes para não se endividar com o cartão

  • Procure pagar o valor total da fatura, para evitar pagamento de juros do crédito rotativo;
  • Não atrase o pagamento de sua fatura;
  • Ao pensar em usar o cartão, se programe com os gastos para não criar mais dívidas;
  • Não use o cartão de crédito como um segundo salário, opte por pagar suas compras com dinheiro;
  • Não empreste seu cartão a terceiros e não forneça sua senha a ninguém;
  • Ao utilizar o cartão para compras na internet, procure usar um cartão virtual ou efetue a compra somente em sites confiáveis;
  • Em caso de roubo ou perda do cartão, ligue imediatamente no banco para bloqueio;
  • Procure o Procon em casos de dúvidas sobre as taxas cobradas.
- Publicidade -

Mais artigos como este

- Advertisement -