Clientes da Magazine Luiza, Marisa e Extra estão sendo cobrados indevidamente

- Advertisement -
- Advertisement -

As lojas Magazine Luiza e Marisa juntamente com o Extra Hipermercado irão responder por cobranças indevidas. Foi aberto um processo administrativo pela Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor – PROCON do Estado de Minas Gerais, contra as empresas citadas. O objetivo é verificar possíveis cobranças indevidas de seguros e outros serviços através de cartão de crédito.

De acordo com Glauber Tatagiba, Promotor de Justiça de Defesa do consumidor de Belo Horizonte, as cobranças sem autorização são inclusas nas faturas de cartões. E alguns clientes estão pagando os serviços todos os meses sem ao menos ter conhecimento do que se trata.

- Advertisement -

Glauber afirma que essas práticas são feitas em parceria com o Itaucard. E quando as pessoas identificam a cobrança procuram as lojas, mas são orientadas a contatar o banco. O promotor ainda relatou que existe um “empurra-empurra” entre estabelecimentos e o Itaucard.

Veja também:

+ Cartão de crédito sem anuidade e sem consultas ao SPC e Serasa

+ 5 dicas para proteger o cartão de crédito das dívidas de final de ano 

O PROCON informou que está organizando documentos para instaurar novos processos contra outras lojas. Pois existem indícios de cobranças indevidas praticadas por outros bancos, como, por exemplo, o Bradesco. Ainda de acordo com a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor a Magazine Luiza, Marisa e Extra terão dez dias para apresentar defesa. O prazo começa a contar a partir da data de notificação.

Segundo a Veja, as lojas Magazine Luiza informou que não recebeu notificação sobre o caso. E também explicou que procura manter seus colaboradores bem treinados para comunicar o cliente de qualquer serviço adquirido.

No caso da Marisa, a empresa declarou que não comenta processos judicias. Já o Hipermercado Extra informou que apesar de ainda não ter sido notificado sobre o assunto, respeita o cliente e o Código de Defesa do Consumidor.

O Itaú afirma que não foi notificado sobre a investigação, mas que prestará esclarecimentos ao PROCON e também ao Ministério Público. E o banco Bradesco ainda não se manifestou, segundo o portal Veja.

- Advertisement -
Credicar Vantagens
Credicar Vantagenshttps://credicarvantagens.com
A Credicar Vantagens é um portal de noticias que foi criado com objetivo de divulgar informações sobre Finanças Pessoais, Cartões de Crédito, Educação Financeira e outros assuntos que ofereçam vantagens para a vida de nossos leitores.

Latest articles

Related articles