Vai casar? Confira como se planejar financeiramente

Você vive uma relação maravilhosa, acha que chegou o momento de viver a dois, e está pensando em como se organizar.

Casamento é uma grande decisão que envolve muita emoção. Para a maioria dos casais é o momento da realização de um sonho.

Provavelmente a primeira coisa que passe pela sua cabeça seja  pensar na festa e  lua de mel.

A questão é que  antes de sonhar com a maravilhosa festa e inesquecível lua de mel, é necessário avaliar outros pontos, e só então definir quanto deverá ou poderá ser gasto com este sonho.

Claro que em alguns casos os noivos poderão contar com ajuda financeira da família, mas o fato é que começar a vida a dois cheios de dívidas não será nada legal.

Dinheiro pode ser um grande problema na vida das pessoas quando não é tratado de forma aberta e sincera. Então, para que a união seja duradoura, equilibrada e feliz, é preciso quebrar tabus e ter um relacionamento melhor com o dinheiro, falando dele.

Casais que não têm equilíbrio financeiro com certeza discutirão muito, e a consequência é que a relação pode se desgastar rapidamente.

Por isso, é imprescindível planejamento não somente para a festa e lua de mel, mas também para a vida em comum no presente e no futuro.

Lidar com dinheiro tem muito mais de emocional do que racional, e por isso é muito importante ter clareza do que se deseja alcançar.

Uma festa de casamento  realmente envolve planejamento e finanças. Seja ela mais rica, maior, mais simples, ou menor, deverá ser muito bem definida.

O Planejamento do Evento

O modelo SMART (termo em ingles)  é  excelente para ajudar nessa caminhada. Essa ferramenta considera cinco aspectos:

  • que seja específica (specific)
  • que seja mensurável (measurable)
  • que seja alcançável ou atingível (attainable)
  • que seja realista (relevant)
  • que seja temporal (time based)

Existem muitas empresas que  prestam serviços para planejar toda a sua festa nos mínimos detalhes, mas independente de contrata-las, certamente você deverá ter clareza do que deseja alcançar.

Poderíamos falar mais sobre smart, mas isso ficará para outro artigo.

O fato é que, antes de pensar como vai ser a festa dos sonhos, é necessário tomar conhecimento da sua real situação. Sugiro analisar os 4 passos logo abaixo, e só então partir para o planejamento do evento.

OS 4 PASSOS

 Passo 1 –  Identificar padrão de vida atual

Tirar a “fotografia financeira” atual de cada um. Saber quanto ganha e quanto gasta. Parece bobagem, mas muita gente não sabe exatamente quanto ganha e muito menos para onde vai seu dinheiro.

Fazer levantamento dos gastos diários (por 30 dias para quem tem salário fixo) e por 90 dias (para quem tem renda variável) pode ser uma boa ideia.

Além disso, é preciso saber o endividamento total, prestações, financiamentos e débitos no cartão de crédito.

Passo 2 – Transformar sonhos individuais e conjuntos em objetivos e metas

Conversem sobre os sonhos de curto, médio e longo prazo, desejam realizar antes e depois do casamento.

Os de curto prazo podem ser até dois anos, de médio de dois até cinco anos e os de longo prazo acima de cinco anos.  Quitar as dívidas antes do casamento pode ser o primeiro deles. Entrar em um casamento sem dívidas é o ideal.

Que estilo de vida desejam ter? Reflitam qual o tipo de mobília, eletrodomésticos que eventualmente terão que comprar, se manterão carro, onde irão morar, que tipo de lazer fazem questão, planejam viajar nas férias, se farão cursos ou outras formações, se planejam filhos?

Definam se vocês irão morar de aluguel ou comprarão um imóvel. Apesar de haver toda uma questão cultural de que  “viver de aluguel é jogar dinheiro no lixo”, entrar na vida a dois com uma dívida tão grande e longa pode não ser saudável.  Muitas vezes o aluguel é a melhor opção para quem está começando uma família. Existem muitos pontos a serem analisados, pesquisem sobre os prós e contras.

Estabeleçam um valor desde já para acúmulo de reserva estratégica (esta é a primeira ação se não tiver dívidas para quitar) que cubra ao menos de 06 a 12 meses dos gastos mensais. Isso garantirá tranquilidade para o caso de perda de renda, gastos inesperados ou emergenciais.

Pensem também em incluir uma aposentadoria sustentável. Por mais distante que isso lhes pareça, quanto antes começar melhor.

É importante precificar os sonhos, ou seja, busquem saber quanto custará os objetivos para que possam dimensionar em quanto tempo poderão realiza-los conforme o orçamento e também pensar em estratégias possíveis para realiza-los.

Passo 3 – Definir Novo Padrão de Vida Antes do Casamento

Analisem os gastos atuais e percebam como tem sido seus comportamentos ao lidar com o dinheiro. Há muitas emoções e hábitos enraizados envolvidos na maioria dos gastos que realizamos.

Eliminem o que é supérfluo e procurem reduzir os gastos com o que considerarem essencial, mas tenham em mente que essencial para um pode não ser para o outro, e excluir tudo pode ser um “tiro no pé” que fará o planejamento falhar.

Se nem todos os objetivos couberem no orçamento, priorizem os que são mais importantes para vocês.

Se a meta for muito grande, sugiro dividi-la em pequenas submetas.  A cada etapa alcançada permitam-se comemorar com algo prazeroso, mas que não comprometa o orçamento.

É muito importante que os objetivos sejam realistas, específicos e sempre tenham  valor e data para realização, do contrário não passarão de sonhos.

Passo 4 – Controle das Finanças

O próximo passo é definir a responsabilidade financeira de cada um para alcance das metas. Normalmente um tem a renda maior, e uma opção seria definir percentual sobre os ganhos de cada, de maneira que o peso fique equilibrado. Mas isso não é uma regra, deve ser conversado o que vocês acham mais justo.

Sou favorável à abertura de conta conjunta para os gastos comuns, mantendo contas separadas para os gastos individuais.

Não negligenciem a aplicação dos recursos. Os juros compostos podem acelerar a realização das metas.

É imprescindível ter controle do orçamento, seja em planilhas ou em um simples caderno.

E então, seu casamento será seu sonho de curto, médio ou longo prazo?

Ter sonhos é o combustível para a mudança e realização. Mantenham-se fiéis ao orçamento, e alcancem o que desejarem.

Fique bem!

Fonte original do conteúdo: 4 Passos – Planejamento Financeiro Para Quem Vai Casar – Fale Conosco Através do nosso e-mail: [email protected]